Menu Fechar

A bateria do meu iPhone inchou e agora?

Foi algo que já aconteceu há algum tempo, a bateria do meu telemóvel inchou.

Um belo dia notei que o telemóvel estava aberto num canto. Ora eu sabia que ele não tinha caído, o que poderia ser?

Não podia pressionar muito para tentar que voltasse ao sítio, pois apareciam artefactos no ecrã e não queria deixá-lo pior.

Fiz uma pesquisa no Google e percebi que até era um problema comum, algumas baterias incham independentemente do uso ou o tempo que o telemóvel tenha.

Pensei, a bateria do meu iPhone inchou. E agora?

Lembrei-me das lojas que encontrei quando o iPhone caíu e fui ver o orçamento nos sites.

Só para fazerem o orçamento eram 3 dias porque me disseram ser comum avariarem outros  componentes quando isto acontece. Mais o tempo de reparação!

Ora se o telemóvel é uma ferramenta de trabalho, como é que ia ficar tanto tempo sem ele?

Havia uma solução: uma loja indiana perto de mim que substituía a bateria no mesmo dia. O valor era mais ou menos o mesmo. Decidimos arriscar.

Resultado: poucos meses depois a bateria nova também inchou. Pois é!

Não quer dizer que aconteça consigo, mas foi o que aconteceu connosco e acabou por sair mais caro.

O telemóvel lá teve mesmo de ficar “internado” para observação e levou uma bateria nova na loja com artigos certificados pela Apple. Usámos  serviço da GMS Store Almada e até agora está tudo a ir bem.

Conclusão: por vezes o barato sai caro. Mas se a bateria do seu iPhone inchar, substitua-a o quanto antes para não danificar outros componentes ou colocar em risco o próprio telemóvel.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

18 + twenty =