Menu Fechar

A solidão

Julgo que é do senso comum que estar só e sentir-se sozinho não é a mesma coisa, embora para algumas pessoas possam andar lado a lado. O tema desta terça minimalista recai sobre o primeiro conceito: estar só.

A reflexão é proposta pela autora Elaine St. James e defende a necessidade de momentos a sós no processo de simplificação da vida.

No entanto, a autora vai mais longe e refere que, a sós ou acompanhados, é necessário encontrarmos momentos em que nada é necessário fazer no que diz respeito às pressões do quotidiano ou mesmo às pressões da vida.

Estes momentos são essenciais na minha rotina. Os primeiros e os segundos.

Agora passo-lhe a bola a si. Tem destes momentos em quantidade suficiente? O que pode fazer neste momento para ajustar a sua rotina às suas necessidades?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

fourteen − 8 =