Menu Fechar

Fiz outra tatuagem

Se já visita este cantinho de vez em quando, é capaz de ter me ter visto comentar o projeto 45 coisas antes dos 45 anos. Desta lista de 45 desejos, o primeiro a realizar foi a viagem a Guimarães e o segundo foi este… fiz outra tatuagem!

fiz_outra_tatuagem

A primeira tatuagem que fiz foi com o meu irmão, em 15 de Janeiro de 2000. Há muito que queria fazer uma tatuagem, que gostava muito de as ver e que tinha ideia de que não doía. E lá tive razão. Não doeu.

Mas fiz na altura porque ele foi fazer, senão podia até estar agora a fazer a primeira. Ele queria fazer um escorpião, o signo dele. E fez.

Eu escolhi um desenho do catálogo – isso! – mas gostei muito porque assim que o vi me fez lembrar de algo  que precisava muito de trabalhar em mim: a expressão! Ainda hoje preciso de trabalhar a assertividade, mas na altura era gritante. Podia ser um grito em surdina, mas cá dentro soava bem alto. Daí que me fez todo o sentido.

Fez tanto sentido que, hoje me dizem várias vezes que “a minha boneca” já não está tão bonita e que podia fazer outra tatuagem por cima e eu não quero! E expresso um não claro. Ela é a minha boneca, o meu símbolo, a minha tatuagem, na minha pele. E eu é que sei o que quero! Pelo menos até hoje não me imagino a tapá-la porque lhe tenho muito apreço e continuo a gostar dela ali.

Entretanto, a 30 de Julho fiz uma segunda, com a minha cunhada.

Foi muito especial por ter feito com ela, isto porque foi o mês em que o meu irmão desencarnou em resultado de uma doença prolongada e trabalhosa. E também foi especial pela sua simbologia. Desta vez levei o meu desenho para que fosse personalizado antes da “impressão na pele”. Escolhi uma fada!

Se já me visita há algum tempo em algum dos canais online, já é capaz de ter percebido como gosto de fadas. Mas não escolhi a fada só por gostar das “bonecas”!

Para mim a fada simboliza o feminino, a harmonia e, de alguma forma, o divino. Simboliza o reino mágico, a fantasia, aquilo que está para além do mundano e, de alguma forma, a expressão. Uma expressão mais harmoniosa com o SER e o estar.

Partilho aqui “o meu novo boneco”…

E a sua lista de desejos/sonhos, como vai?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

16 − three =