Menu Fechar

Vi por aí: à primeira vista

Estava um dia no restaurante e reparei numa tabuleta que se encontrava à saída. De onde estava sentada, não a via na totalidade pois tinha um ferro pela frente e em vez de “Obrigado volte sempre”, li “O fígado volta sempre!”

Não resisti a registar o momento com o telemóvel.

Usando uma das nossas piadas internas, diria que…

[bctt tweet=”As iludências aparudem! :P”]

vi por aí - volte sempre

Faz-me lembrar como uma vez que ia a conduzir, me pareceu ver um galo no meio da estrada, assim meio-pelo-canto-do-olho. Quando olhei vi que era apenas um jogo de sombras na estrada e um toque de vermelho no fundo. A minha mente fez o resto.

Porque é isso que acontece, preenchemos de imediato os espaços em branco para podermos “ler” o todo.

Qual é a história mais divertida que tem destas, em que preencheu os espaços sem informação num determinado momento? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

twelve − two =