Menu Fechar

Astrologia, você e os seus animais

Tem animais de estimação? Não tem, mas gosta? Estas dicas são para si.

Esta semana recebi uma convidada na rubrica Dicas da Semana: a Isabel Antunes. Entre as minhas amigas, é a primeira em que pensaria para pedir dicas para os nossos animais de estimação. Isto porque a Isabel, para além de gostar muito de animais, é muito activa no que diz respeito aos direitos, saúde e bem-estar destes.

E uma vez que ela é astróloga, para além de hipnoterapeuta e economista (assim estilo canivete-suíço-para-a-vida), claro que lhe pedi que partilhasse estas dicas à luz da Astrologia.

Como referi no Ideias da Semana, somos intratáveis para a conversa, pelo que acabei por ter de dividir esta partilha em dois vídeos.

Na primeira parte desta conversa, a Isabel partilha algumas dicas sobre aquilo que a Astrologia tem a dizer sobre os donos dos animais e o seu relacionamento com eles, de acordo com o signo que se encontra na cúspide da sua casa VI.

Se isto lhe parece chinês, não se preocupe que a Isabel aborda os aspectos mais práticos e não usa terminologia estranha. Mas se gosta destes temas e gostaria de aprender a interpretar e usar esta linguagem, a Isabel também ensina a fazê-lo à luz da Astrologia Tradicional e Moderna. Mas apresse-se porque as inscrições devem estar a fechar.

Aliás, há alguns anos atrás, como mencionei no video, tive a oportunidade de fazer um curso com a Isabel e foi muito enriquecedor. São 3 níveis separados em 3 anos de aprendizagem, dos quais fiz o primeiro, que ajudam, antes de mais, a compreender melhor os outros e a nós mesmos.

Se tiver interesse em saber mais informações ou contactar a Isabel Antunes, pode fazê-lo através do Centro de Astrologia Tradicional e Moderna,

ideias_astrologia_animais1

Na segunda parte da partilha, deixamos-lhe dicas para os seus amiguinhos com pêlo, ou penas ou… escamas. Faltou-me algum?

ideias_astrologia_animais2As dicas principais são:

  • a vida do seu amiguinho resume-se a um espaço, a uma área de vida – a sua casa, pelo que convém torná-lo o mais confortável possível para ele;
  • tenha muitos estímulos para ele, brincadeiras e artigos com movimento;
  • arranje-lhe companhia da sua própria espécie, especialmente se ele passa muito tempo sozinho em casa;
  • se não o puder levar consigo de férias, faça por deixá-lo em casa e alguém poder lá ir dar-lhe comida e mimo. Não retire as duas seguranças que ele tem ao mesmo tempo – o dono e a casa;
  • os gatos não são distantes, são introvertidos e de extrema sensibilidade;
  • experimente a homeopatia e a fitoterapia chinesa sempre que ela tenha problemas de saúde;
  • se o seu gato está perdido, deixe o areão à porta da rua (no exterior) para o ajudar a encontrar o cheiro de volta (se for adequado deixá-lo à porta, claro).

E já agora, que gosta de animais, lembro que:

[bctt tweet=”Sábado, 10 de Outubro, Marcha Animal com ponto de encontro às 15h no Campo Pequeno”]

ideias_astrologia_animais3Links úteis:

Acabei de notar que tenho mais links relacionados com gatos do que com cães. Para mais dicas para os seus amigos caninos (e outros também), espreite a galeria que dedico ao tema no Pinterest.

Tem alguma dica a acrescentar? Partilhe connosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

fourteen + four =