Menu Fechar

Momento zen

Bom dia, boa gente!

Hoje comemora-se o Dia Internacional da Paz e achei por bem partilhar um momento zen consigo.

Ao longo dos anos, a pesquisa em ciências sociais tem demonstrado que a prática da meditação ou outra forma de relaxamento mental, mesmo que por curtos períodos de tempo, resulta numa maior clareza mental e daí numa maior eficácia e eficiência pessoal. E diversos estudos com a prática da Meditação Transcendental demonstraram uma diminuição significativa no índice de criminalidade em determinados centros urbanos, quando um grupo de pessoas se junta na meditação.

Quer seja porque a energia se subtiliza ou porque uma maior clareza mental leva a melhores escolhas, os benefícios tendem a acumular-se. Então se uma simples prática de 15 minutos duas vezes ao dia pode trazer maior bem estar à nossa vida e, eventualmente (ou será inevitavelmente?), contribuir para uma sociedade mais pacífica, porque não fazê-lo?

Mesmo que nos soe algo estranho, podemos sempre fazer a experiência no “laboratório” da nossa vida para verificarmos quais os resultados que obtemos.

E se fizer uma experiência, agora, na sua vida, dispondo-se a investir 10 ou 15 minutos ao acordar e 10 ou 15 minutos ou deitar (por exemplo) num momento de relaxamento, durante as próximas duas semanas?
Parece-lhe muito tempo para este tipo de compromisso?
E que tal uma semana?
Experimente.

Como fazê-lo?

Existirão tantas formas quantas pessoas à face da terra, mas use uma que lhe soe bem, ou vá variando até encontrar a sua preferida. Pode ser tão simples como a seguinte:
– comece por fazer uma simples pausa para respirar profunda e conscientemente 2 ou 3 vezes de seguida. E se surgirem pensamentos, que é o mais provável, está tudo bem. Volte a colocar a sua atenção na respiração, no ar que respira e no movimento do seu corpo ao respirar.
– depois pode pensar em algumas coisas, em si ou na sua vida, pelas quais se sente agradecida/o
– e pode terminar com uma intenção positiva para o dia que começa ou para o dia seguinte, conforme o momento da sua prática.

O que lhe parece?

A mim parece-me bem.
Apesar de saber quais os benefícios que estas pausas me trazem, distraio-me tantas vezes com tantas outras coisas! Mas há tempo para tudo.

Ao deitar e ao acordar costumo ter o iPad comigo e aproveito esses momentos para anotar ideias e afazeres, o que mesmo sendo útil, não resulta da mesma forma. Por vezes ainda faço um destes exercícios quando desligo o iPad, mas na maior parte das vezes sou vencida pelo cansaço e a hora tardia. Há alturas em que leio ao acordar, geralmente leituras inspiradoras e que predispõem bem para o dia – algo que não fazia há muito tempo até ontem, mas não costuma ser assim.

No entanto, há tempo para tudo e estamos sempre a tempo de melhorar qualquer momento, por isso tenho pensado em adequar uma rotina de bem estar para as minhas noites e outra para as minhas manhãs.

E você, tem uma rotina de bem estar? Como funciona?

A minha frase preferida, frequentemente atribuída a Mahatma Gandhi, é a seguinte:

[bctt tweet=”Sê a diferença que queres ver no mundo.”]

Por isso, faz-me todo o sentido trabalhar a minha paz interior se a quero ver no mundo em volta. <3

E se chegou até aqui nesta proposta, ofereço-lhe um momento zen!
… aqui:

Tenha um excelente dia e uma semana pacífica! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

4 × 2 =