Menu Fechar

Aqui e Agora

Bom dia!
O fim de semana foi bom?
Gosto de escrever de acordo com a inspiração do momento e guardo os meus devaneios em cadernos ou no computador. Há alguns dias dei com este…
imagem por Sofia Morgado
Já reparaste na beleza do agora? Na beleza que está em ti e tudo o que te rodeia?
Já te sentaste à beira de um lago para descansar um pouco e descobriste como o tempo se perdeu algures? Observando apenas o que está à volta, sem necessidade de interpretar ou julgar seja o que for, apenas sendo…
Ouvindo o som da água, o restolhar das folhas das árvores ao sabor do vento, o doce chilrear dos pássaros, as pessoas que passam, as nuvens no céu… as cores e matizes sob todas as formas que te chegam de tudo o que te rodeia nesse momento…?
Este é o agora.
Sentindo e sendo o que está fora e dentro de ti. Apenas SER.
Esta é a unidade com o agora, esta é a beleza do SER, este é o estado de consciência que vezes sem conta é colocado de parte quando os pensamentos interrompem o estado do SER.
Mas os pensamentos sempre vão existir, resta saber o que fazemos com eles, se domamos esses “cavalos” galopantes ou nos deixamos conduzir por eles…
Podemos então observá-los como observamos as nuvens no céu até elas desaparecerem no nosso horizonte. Reconhecemos que elas estão lá, mas não lhes damos poder e voltamos ao estado de atenção apenas… percepcionando o mundo, unindo-nos a ele.
E sempre vão haver coisas para fazer, pensar, decidir… e vamos ter de agir, pensar e decidir de forma prática, podendo voltar de novo à unidade, à consciência do momento… agora!
Pareceu-me bem… agora.
Beijos presentes,

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

one × 3 =