Menu Fechar

Vendas de garagem ou vendas online

Viva!

Quando damos a volta às nossas tralhas coisas e nos dispomos a tomar decisões, acabamos por identificar: – aquilo que queremos manter porque gostamos, usamos e temos condições para manter; – aquilo que (já) não usamos, não gostamos, não temos condições para manter, temos em duplicado ou não está mais funcional/em condições; – aquilo que é lixo.

Quando damos a volta às nossas tralhas coisas e nos dispomos a tomar decisões, acabamos por identificar:

  • aquilo que queremos manter porque gostamos, usamos e temos condições para manter;
  • aquilo que (já) não usamos, não gostamos, não temos condições para manter, temos em duplicado ou não está mais funcional/em condições; – aquilo que é lixo.  

Aquilo que cabe na segunda opção listada, aqui por casa, acaba por ser doado, mas podemos até transformar estes artigos em alguma liquidez para usar naquilo que realmente é necessário.

Sei bem que não é nossa tradição, mas adoro garage sales e já tive vontade, por diversas vezes, de organizar uma. Não o fiz e as coisas acabaram por ser escoadas para fora de casa. Mas existem alternativas às vendas de garagem. Claro que passear pela feira e mexer nas peças é bem diferente, mas as vendas online são uma boa alternativa e dispensam a garagem.  

Há uns 10 anos atrás vendia e comprava imenso nos leilões na net e desta forma travei conhecimentos, desfiz-me de coisas que já não me serviam e fiz bons negócios! Na altura usava essencialmente o lotes-online, que mais tarde (já no final dessa minha etapa) se transformou naquilo que ainda hoje é o miau.pt. As condições foram mudando e deixei de o usar, mas todos os negócios de compra e venda que lá fiz valeram bem a pena.

Mas hoje existem outros tipos de ofertas.  

Então, há quem abra o condomínio para fazer vendas de garagem conjuntas, mas há também quem as prefira fazer online. Existe mesmo um blog com este nome criado para o efeito: o Garage Sale Portugal, com página até no facebook, onde qualquer utilizador pode participar com as suas “tralhas”. Ainda nos leilões, temos o coisas, antigo leilões.net e depois temos sites – que a publicidade da rádio e na televisão não deixar passar em claro – como o OLX ou o CustoJusto, onde podemos anunciar gratuitamente. Existem mais opções, mas estas são as conheço e que ainda estão em vigor ou aquelas de que ouço falar.  

Porque não experimentar e quem sabe obter uma satisfação 2 em 1: a tralha sai de casa e ainda entra algum dinheiro. Assim de repente, lembro-me de dois aspectos menos felizes… que enquanto o artigo sai e não sai, continua em algum canto da nossa casa; e todas aquelas coisas, mesmo equipamentos, que já dei e que estavam em excelente estado ou mesmo por estrear e que podiam ter representado um extra.

Mas como o que já foi, já foi – até porque acredito que deixaram alguém mais muito feliz – resta-nos o problema que pode significar manter “as tralhas” em casa até à sua venda.  

Não quer dizer que não se possa fazê-lo com alguma ordem. O importante é estabelecermos algumas regras e certificar-nos que as cumprimos. Regras como definir o lugar que estas vão ocupar e que estamos dispostos a utilizar para o efeito ou como estabelecer um prazo para a sua permanência ali. Registando a entrada (ou data de colocação online) e data limite, será mais fácil manter o projecto-liquidez organizado. No final desse prazo, o artigo será então doado. 

Tanto para as vendas como para as doações, existe ainda o craigslist.  

O que lhe parece? Lembra-se de outras regras que pudessem ser necessárias/úteis?  

Tenho um armário que está a precisar da minha atenção e que tenho andado a evitar porque tem diverso material em stock de quando tive uma loja online, há anos atrás.

Ao escrever sobre vendas de garagem e leilões só me vêm à ideia os produtos que tenho nesse armário. Acho que está na hora de o organizar e colocar também estas ideias em prática. Se me decidir a fazê-lo brevemente, partilho consigo as minhas ideias para a minha “venda de garagem online”.

Mas por agora, gostava de saber das suas ideias sobre as regras que seriam necessárias para que esses artigos que colocamos de lado para este efeito, não causem mais bagunça na casa que queremos organizar: a nossa!  O que me diz?

Beijos estrelados de boa noite!  

(Este é o dia #22 do Projecto 31 Dias de Organização em Casa. Espreite aqui a lista dos espaços já cobertos até à data. E atenção que continua a decorrer o mosaico sob o tema Organização em Casa, onde poderá participar com os seus links até ao final deste projecto!)

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

eighteen − four =