Menu Fechar

Projecto 31 Dias: Organização na cozinha – dicas

Viva!

Estes últimos dias tenho andado de volta da cozinha, por entre trabalho e outros afazeres. Ainda não vos mostro o resultado final, pois ainda não terminei, mas está quase.

Posso dizer, no entanto, que tem dado muito trabalhinho, pois o antes estava confuso e bagunçado assim…

Mas quando terminar mostro a diferença! Hoje é dia de inspiração para optimização na cozinha!   E começo com algumas das minhas “preocupações” na cozinha…

Começo por um espaço que é muitas vezes desperdiçado (por mim falo)… aquele que existe debaixo do lava-louças! Existem diversas ideias interessantes para tirarmos o maior partido dele. Podemos montar gavetas e cestos que deslizam em calhas para melhor acesso…

Este é um espaço onde muitas vezes guardamos produtos de limpeza. Podemos colocá-los em cestos ou caixas para mais fácil acesso e até para os podermos levar todos juntos, de divisão para divisão, na hora da limpeza.

via

Podemos ainda aproveitar o interior das portas para um suporte de sacos do lixo…

via

ou outro material de limpeza…

via

Uma outra preocupação na cozinha cá de casa é sempre as tampas das caixas e das panelas: “onde anda a tampa?” Como conheço bem as caixas, sempre encontro as tampas que procuro, mas não sou a única a usar o armário e guardar as tampas fora da caixa que elas servem pode criar alguma confusão. Pessoalmente uso um cesto apoiado na prateleira de cima para guardar todas as tampas juntas (ver segunda foto deste artigo), mas pode usar-se um escorredor de louça para as organizar…

via

ou um suporte próprio para tampas…

via

Varões extensíveis como aqueles usados para pendurar cortinas também podem ser uma boa solução, não só para tampas, mas também para tabuleiros e tábuas de corte…

via

Ou uma simples ripa presa à prateleira para impedir que tampas e tábuas deslizem. Em terceiro lugar (e não necessariamente nesta ordem), é o espaço disponível na bancada.

Pessoalmente prefiro ter a bancada o mais livre possível, mas nem sempre é fácil e, para ser sincera, neste momento está muito pouco livre para meu gosto. Há quem prefira ter as tábuas de corte ou as facas em cima da bancada, eu prefiro tê-las guardadas noutro lugar.

As especiarias são outra coisa que acaba por roubar muito espaço sobre a bancada e ainda não estou satisfeita com o método que uso neste momento. Temos as especiarias em cima de uma prateleira sobre a bancada, mas prefiro arranjar uma solução como estas…  

via

O interior das portas é uma boa solução também para especiarias, mas a solução abaixo também é interessante…

Os blocos que deslizam combinados com o aproveitamento de espaço vertical são uma excelente solução para organização na cozinha…

Mas os varões também são úteis para libertar espaço em bancada e existem muitos acessórios para eles.  

via

Até os frascos das especiarias neles podem ser pendurados.
Mas para quem tem uma cozinha espaçosa, uma ilha pode ser um bom compromisso de organização. O exemplo abaixo foi construído a partir de uma cómoda que já não tinha serventia.

Reaproveitamento parece-me bem! Mais gavetas para tornar tudo mais acessível nos armários fundos da cozinha…

via

Mas os tachos também ficam bem pendurados sobre a área de serviço!…

via

Uma boa solução para aproveitamento do espaço entre prateleiras, naqueles armários em que estas são fixas, será usar prateleira dentro de prateleira. E enquanto não temos prateleira podemos usar um tabuleiro, como este que colocado sobre os copos permite um segundo andar…

via

Colocar frascos e utilitários mais pequenos dentro de um tabuleiro, como os temperos, permite levar tudo de uma vez para a mesa e torna mais fácil mantê-los todos juntos e até mesmo de pé.

via

Gosto do aproveitamento do interior das portas, que neste caso foi utilizado para escrever as faltas na despensa e o menu da semana, utilizando tinta de quadro de giz…

via

E na despensa?… A organização é essencial neste nicho e não podia ser dispensada! Nem sei como faltou na minha lista inicial! Obrigada Paula Cafagni pela lembrança! 🙂 Provavelmente porque a despensa cá de casa fica num dos armários da cozinha e não é uma divisão, mas é muito importante na mesma!

Sara Marques, quanto à tua questão sobre a necessidade de organização dos pacotes das massas, arroz e leguminosas, disse-te que coloco quase tudo numa caixa comum, que desliza na prateleira e me permite localizá-los rapidamente, mas uma boa opção são os frascos ou caixas (individuais) transparentes e devidamente identificados. Assim podes ver se precisas de comprar mais em breve e onde está cada coisa que precisas.

via

Outra boa opção, que poupa espaço na prateleira e utiliza (como gosto) o espaço vertical, são estes expositores que servem doses do cereal, massa ou leguminosa…

via

Quanto aos enlatados, podem ser empilhados ou, para evitar a queda em dominó, ser colocados em recipientes (cestos, caixas, etc.) identificados. No exemplo abaixo, foi usado um revisteiro metálico como dispensário de latas. Mais uma boa ideia de reaproveitamento.

Ou podem ser colocadas prateleiras em grelha, inclinadas sobre parafusos, no interior do armário, para o mesmo fim…

e fica tudo tão bonitinho quando está organizado.

Devidamente identificado com etiquetas, ajuda na hora de arrumar e na hora de encontrar. E até as crianças podem encontrar o que é necessário sem precisarem perguntar onde está.

via

Seja uma despensa grande ou pequena, parece-me que o truque está na utilização de recipientes e de etiquetas identificativas, seguindo a regra básica: deixar o que é usado mais frequentemente mais próximo e ao nível dos olhos, o menos usado nas prateleiras mais altas e o mais pesada nas mais baixas. Uma vez mais, sem esquecer o potencial que portas e paredes oferecem no que toca a espaço vertical.

via
via

Ainda sobre a bancada pode estar o tão comum arquivo, quer seja de receitas, contas correntes, documentos ou outras actividades da família, e que não pode ser esquecido na hora de organizar.  

via

Como dicas soltas que encontrei por aí, uma excelente solução para a toalha que vive caindo da pega do fogão é a toalha com velcro, que fecha sobre si mesma.

via

Excelente ideia, não vos parece?
E o saco para os sacos (nós temos um destes, feito pela minha mãe)…

via

Sacos que também podem ser mantidos à mão, reutilizando uma caixa de kleenex vazia…

Adoro o facto da caixa ficar presa na porta!
E porque durante a noite, a comida dos gatos fica na cozinha, não podia descurar que a organização também aqui pode chegar…

via

Gosto da forma como as comidas dos felinos ficam arrumadinhas naquelas caixas, identificadas, preservando a qualidade e sabor da ração dos nossos amigos.

via

Muito mais poderia ser dito, mas parece-me que cobri as áreas que consideramos problemáticas aqui por casa e que são comuns a muitas outras casas!…Regras essenciais:

  • manter junto o que é idêntico (copos, pratos, etc)
  • manter o fluxo, guardando junto o que serve em conjunto
  • guardar o que é usado mais frequentemente num local mais à mão e ao nível do olhar, o que é menos usado nos locais mais altos e o que é pesado, mais próximo do chão
  • usar cestos, caixas, tabuleiros e afins
  • identificar, identificar e identificar
  • e, muito importante, seguir o nosso próprio estilo de organização, o que nos faz sentido, mantendo o fluxo de utilização de cada divisão (não só da cozinha, claro) e aproveitar aquilo que já temos para maior optimização de recursos.

Esqueci-me de alguma?

via

E pegando neste último ponto, ainda há pouco espreitava o blog da Flávia Ferrari e lia o que ela escreveu hoje sobre não usarmos as coisas que não colocamos à mão e pensei em quantas vezes isso acontece comigo! Com vocês também? Parece-me que poderá ser uma lei universal… pelo menos cá de casa.

Ao dar a volta à cozinha e, antes, às restantes divisões da casa, tenho (re)encontrado coisas que até usaria se me lembrasse que as tinha ali (ou de todo!), mas que estavam lá para trás no armário ou no fundo de alguma pilha de tantas outras coisas. Tenho procurado simplificar, pois ajuda-me sem dúvida a organizar, optimizar e rentabilizar cada investimento.

Enfim! Por hoje é só.

Assim que terminar a cozinha, volto com o antes e o depois.

(Este é o dia #7 do Projecto 31 Dias de Organização em Casa. Se não está a acompanhar o projecto, pode ver a lista dos espaços já cobertos até à data no primeiro artigo, clicando no link.)

Beijos mais arejados,
Sofia

6 Comments

  1. Marta

    Passei tanto tempo off e ao retornar não poderia deixar de fazer uma visitinha a este cantinho lindo, e me deparo com algo que ultimamente me interessa muito organização e decoração de casa, sonho com o fim da reforma para começar essa etapa…obrigada por compartilhar..tenha uma ótima semana..

    !!!!beijokas!!!!

    .

  2. Namaria

    Este seu artigo já foi há quase uma ano mas só hoje o vi e acho as soluções fantásticas! Obrigada pela partilha das ideias. Por acaso sabe onde se podem comprar os suportes para as especiarias colocadas no interior da porta dos armários? Queria tanto poder arrumar assim os meus fracos mas não consigo encontrar esses suportes à venda. Muito obrigada!

    • Sofia Morgado

      Olá Namaria! Viva! Obrigada pela visita e o comentário! 😉
      Nunca vi daqueles (na foto do artigo) à venda, mas no Leroy Merlin existem diversos que podem ser usados para organizar as especiarias. Na zona dos acessórios para a cozinha eles têm imensas soluções para bancada, armários, etc.
      😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

18 + seventeen =