Menu Fechar

Projecto 31 Dias: Organização no quarto

Viva!

E as dicas são de organização no quarto do casal, essencialmente no roupeiro! Quem não gosta de um roupeiro espaçoso e organizado, com as peças acessíveis, permitindo uma escolha mais rápida do que vestir e calçar?

A maior parte de nós não se pode dar ao luxo de ter uma divisão só para este fim, mas ainda assim pode ter um espaço organizado e arejado! Eu estou a adorar a nova vida do meu, mesmo que ainda não esteja perfeito e esteja longe de ser minimalista.

Claro que o primeiro passo é esvaziar. Tirar tudo para limpar o espaço e avaliar a necessidade de instalar mais prateleiras, outro varão para cabides, gavetas, alojar caixas ou cestos. Se o espaço é alto, pode ser útil colocar uma prateleira (ou mais) acima do varão ou um varão em cima (até mesmo daqueles que se podem puxar para descer) e um em baixo para rentabilizar o espaço – o de cima pode ter camisas e o de baixo calças e saias, por exemplo, tornando mais fácil a visualização dos conjuntos.

Ou talvez possa tomar estas decisões depois de saber exactamente com que roupa vai ficar. Geralmente, gosto de ir tomando estas decisões à medida que vou fazendo – gosto de ir vendo resultados.  

Depois de preparado o espaço, é altura de começar a organizar o caos em que ficou o quarto. Pegue numa peça e comece a separar as restantes consoante o artigo: camisola, calça, saia, top, casaco…

Antes de começar a enchê-lo (moderadamente), decida o que vai deixar de fora.

Peças de vestuário, acessórios e calçado que:

  • já não usa há mais de 6 meses
  • não lhe servem e que guarda para o dia em que possam voltar a servir
  • guarda apenas porque gostou muito delas ou ainda gosta, mas já não usa
  • estão duplicadas ou são muito parecidas
  • têm um ar muito usado (a não ser que esse seja o objectivo)
  • já não têm a ver com quem você é hoje
  • peças sem par (quando se aplica)

Com certeza existem mais ideias para ajudar na separação.
Sugestões?  

Claro que são apenas ideias e sugestões. No fundo, é uma questão de utilizar o bom senso e ver o que lhe serve melhor, de acordo com os seus objectivos – nem do passado nem do futuro, mas – do presente.

Um dia destes, li algures (não me recordo onde) um lema que recordei bastante quando estava a dar a volta ao meu roupeiro:

when in doubt, throw it out!

Em caso de dúvida, deita fora.
Fez sentido, usei.

Como referi no post anterior, a organização no interior do armário pode ser por cores, por tecido, por artigo, conjuntos, sem juntos 🙂 ou de qualquer outra forma que lhe faça mais sentido ou seja mais prática. Lembre-se que é o seu roupeiro, tem de estar adequado às suas necessidades.

Escolha os cabides. Para as peças não deslizarem e não precisar de comprar novos, pode forrá-los (se gostar, tiver paciência e tempo disponível), colar uma tira de tecido de cada lado para que as alças não escorreguem ou fazer uns rasgos com uma pequena serra. Veja ideias aqui, aqui, aqui, aqui e aqui (com video). Pode até personalizá-los.

Para além do uso mais comum a dar-lhes, pode usar para organizar lenços e écharpes, cintos, calçado, acessórios…

fonte
(apenas com cabide e argolas para cortina de duche)
(esta foi a forma que usei)
fonte
(apenas colocando uns camarões num porta-saias ou noutro tipo de cabide – também dá para joalharia!)
fonte
(usando um porta-saias para as botas – mantém-nas direitas e ocupam menos espaço!)
ver como fazer aqui
(usando apenas cabide de arame)

Pode proteger as peças penduradas do pó…

fonte
(usando guardanapos de pano com um ilhós no meio para deslizar pelo gancho)

e usar etiquetas para uma rápida identificação/localização…

O calçado pode organizar das mais diferentes formas…

E não se esqueça que a porta também tem potencial para arrumação.

Assim como os organizadores de sapatos não servem só para calçado.

Quanto aos acessórios, eles podem ser organizados fora do roupeiro. Existem muitas soluções, mas considero que aquelas que passam por pendurar a colecção na parede são as que ocupam menos espaço.

Mas podem existir mais espaços de organização no quarto…

Experimente deitar-se na cama e olhar para todos os lados (detendo-se em cada um deles), apreciando o que gostaria de melhorar, simplificar, limpar, organizar.

O que prefere ver ao abrir os olhos logo pela manhã? O que prefere reter em mente ao fechar os olhos antes de dormir?

Quer queiramos quer não, o quarto é (na generalidade dos casos) a divisão da casa em que passamos mais tempo – mesmo que não seja acordados. Convém que seja confortável e que tenha “a nossa cara”.

Quanto à roupa de cama, é consenso que duas mudas por cama são o suficiente. Assim sendo, pode deixar também de fora aqueles lençóis mais antigos, menos confortáveis ou que por algum motivo menos usa.

E porque a manutenção do estado de graça é importante 😉 – até porque nos tempos que correm temos saldos durante quase todo o ano, talvez seja importante definir regras quanto à entrada de artigos no seu armário.

Durante uns tempos a minha regra foi: sai um artigo antigo por cada artigo novo que entra (camisola por camisola, por exemplo). Depois esqueci-me da regra – porque posso passar muito tempo sem comprar roupa – e nas últimas entradas esqueci-me da “compensação”.

A minha mãe gosta muito de me oferecer roupa e, às tantas, fica difícil de controlar. Tenho de pedir-lhe para me ajudar neste meu objectivo.  

Tantas coisas mais poderia dizer quanto aos quartos e o espaço que os acolhe, mas o que se me oferece dizer neste momento é que quanto mais agradável aos nossos olhos for o espaço à nossa volta, mais satisfeitos nos sentimos e melhor dormimos.  

E não se esqueça de dar logo um fim a tudo o que ficou excluído do armário. Quanto antes, melhor. Dê a uma família que precise (ou mais), doe a uma instituição, coloque no contentor para doação de roupa e calçado. Pode localizar os contentores da Humana ou dar na Cruz Vermelha.  

E vocês? Qual a dica que preferem na hora de arrumar o roupeiro e o quarto? Têm outras sugestões? Quero saber e tenho a certeza que não serei a única a querer mais dicas para melhorar a vivência da sua casa. 😉

(Este é o dia #5 do Projecto 31 Dias de Organização em Casa. Se não está a acompanhar o projecto, pode ver a lista dos espaços já cobertos até à data no primeiro artigo, clicando no link.)  

Beijos de satisfação,
Sofia

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 + 12 =